Casa de Cultura de Areias

Casa da Cultura de Areias

Foto: João Camillo

Construída em 1833 para abrigar a Câmara de Vereadores e a Cadeia Pública, e do ano de 1858 a 1937 abrigou também o Fórum onde trabalhou o escritor Monteiro Lobato no ano de 1907/1911 como Promotor Público. Em 1998 passou a ser a Casa de Cultura onde está exposto um imenso acervo de marcos históricos.
(Fonte Internet: http://www.areias.sp.gov.br/novosite/)

 velha-figueiraPróximo a ela, encontra-se a Velha Figueira, marco importante da história de Areias, pois abrigou os tropeiros e transeuntes no início do caminho Novo da Piedade, em 1725. Em 1748, foi o local escolhido para a criação da Vila de Santana da Paraíba Nova. Por ela também passou o Príncipe Regente D. Pedro I e sua comitiva rumo ao Ipiranga em 17 de agosto de 1822.
(Fonte Internet: http://www.areias.sp.gov.br/novosite/)

Monteiro_Lobato

Monteiro Lobato na Cia. Editora Nacional

MONTEIRO LOBATO:

José Bento Renato Monteiro Lobato (Taubaté, 18 de abril de 1882 – São Paulo, 4 de julho de 1948). foi um dos mais influentes escritores brasileiros do século XX. Foi um importante editor de livros inéditos e autor de importantes traduções. Seguido a seu precursor Figueiredo Pimentel (“Contos da Carochinha”) da literatura infantil brasileira, ficou popularmente conhecido pelo conjunto educativo de sua obra de livros infantis, que constitui aproximadamente a metade da sua produção literária. A outra metade, consistindo de contos (geralmente sobre temas brasileiros), artigos, críticas, crônicas, prefácios, cartas, um livro sobre a importância do petróleo e do ferro, e um único romance, O Presidente Negro, o qual não alcançou a mesma popularidade que suas obras para crianças, que entre as mais famosas destaca-se Reinações de Narizinho (1931), Caçadas de Pedrinho (1933) e O Pica-pau Amarelo (1939).
(Fonte Internet: http://pt.wikipedia.org/wiki/Monteiro_Lobato)

Leave a Comment

%d blogueiros gostam disto: