Fogo na Serra da Bocaina é controlado, mas atividades continuam

Ações serão retomadas nesta segunda-feira (25) e dois helicópteros ficarão à disposição das equipes. Prefeitura de Bananal decretou estado de emergência.

Encerrou por volta de 19h deste domingo (24) as ações para conter a fogo que atinge há seis dias a Serra da Bocaina. A Prefeitura de Bananal decretou estado de emergência e um forte esquema foi montado ao longo do dia. Os trabalhos devem ser retornados por volta de 8h desta segunda-feira (25).

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o fogo consumiu uma área de 1,2 mil hectares, o equivalente a mais de 1,6 mil campos de futebol, entre Bananal e São José do Barreiro. A área da Unidade de Conservação da Estação Ecológica de Bananal, que conta com 884 hectares de floresta, não foi atingida.

Um posto de comando para centralizar as operações de combate foi montado em uma escola da cidade e reúne efetivos dos bombeiros, polícia, prefeituras, Fundação Florestal e voluntários. Somente neste domingo foram empregados 70 bombeiros, 75 voluntários e três helicópteros, que retiraram água de uma represa próxima para jogar no local.

Segundo o comitê responsável pelo trabalho, foram encontrados animais carbonizados, entre eles pássaros e lobos. O número não havia sido contabilizado até o fim deste domingo.

Decreto
O decreto de emergência prevê, entre outros itens, que os voluntários possam atuar nas atividades, que as equipes de Defesa Civil possam utilizar propriedades para as ações e combate e que a prefeitura possa receber o apoio de órgãos públicos para o combate.

O prefeito de Bananal, Jorge da Silva Rodrigues Filho, acredita que o início do incêndio tenha acontecido de forma proposital. “Nós temos uma grande suspeita de ser criminoso, o que é alvo de muita preocupação”, disse.

Fonte: https://g1.globo.com/

Deixe uma resposta